NOTÍCIAS

PM concilia carreira de policial e jogador de futebol do São Cristóvão

Integrante do Grupamento Aéreo Móvel (GAM) desde 2007 e um dos melhores atiradores de elite da tropa, Felipe também é lateral-esquerdo do São Cristóvão, que disputa o campeonato da segunda divisão do Rio de Janeiro


DA REDAÇÃO

20/05/2012 às 7:31:22

É possível conciliar a carreira de policial militar com a de jogador de futebol profissional? Felipe Marques de Queiroz, 30 anos, consegue equilibrar as duas atividades sem deixar que uma atrapalhe a outra.

Integrante do Grupamento Aéreo Móvel (GAM) desde 2007 e um dos melhores atiradores de elite da tropa, Felipe também é lateral-esquerdo do São Cristóvão, que disputa o campeonato da segunda divisão do Rio de Janeiro.

– Corro atrás dos meus dois sonhos o tempo todo. E uma coisa influencia positivamente a outra. O futebol ajuda meu condicionamento físico, o que é bom para o policial. E a tranquilidade e frieza diante de situações difíceis que a gente aprende no GAM contribuem para o meu futebol. Por isso, tenho a boa vontade dos meus superiores, nos dois lados – disse Felipe.

O comandante do GAM, tenente-coronel Miguel Ramos Júnior, apoia o desejo do subordinado de ser jogador profissional e procura adequar os horários dele às obrigações com o futebol, porque Felipe não se descuida da corporação.

– Se não fosse um bom policial, não estaríamos cedendo a ele a oportunidade de fazer esta atividade externa. Além do mais, o cabo Felipe joga muito bem e merece o nosso apoio – afirmou o comandante.


Férias interrompidas para ocupar a Rocinha


A dedicação à polícia o fez interromper as férias em Cambuci, no Norte fluminense, em novembro do ano passado, para participar da ocupação da Rocinha. Mas Felipe tinha também motivos pessoais para se integrar à missão. Nascido na comunidade, foi obrigado a morar fora depois que entrou para a PM, em 2005. Com a pacificação, ele voltou a frequentar tranquilamente a Rocinha.


Sai a chuteira, entra o fuzil

No São Cristóvão o técnico Madeira dispensa o cabo de alguns treinos quando ele está escalado para participar de alguma operação policial importante.

– Felipe é um dos atletas mais dedicados aos treinamentos e nos jogos tem sido muito útil – afirmou o treinador.
Há muitos anos, Felipe corre atrás do sonho de vencer no futebol. Desde 2005, vem atuando em clubes pequenos, sempre driblando as dificuldades da dupla jornada. Já defendeu o Resende e Boavista, entre outros, antes de chegar ao São Cristóvão.

O lateral-esquerdo ainda sonha jogar por um grande clube. Se acontecer, tentará manter as duas carreiras, mas admite que ficaria mais complicado. Porém, se um dia tiver de optar, já tem a decisão, mesmo sabendo que um bom contrato no futebol pode significar, em poucos anos, a independência financeira.

– Vou ser policial pelo resto da vida. Por enquanto, deixo a bola rolar – disse o cabo

voltar

IMPRENSA

FILIADOS

SINDAP/BA - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado da Bahia Presidente: Osni Lopes
Endereço: Rua Arthur de Azevedo Machado, Nº 497, Loja 107,

SAFECE - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará Presidente: Marco Antônio da Silva Nunes
Endereço: Avenida Dom Luis 500 - sala 9

SIAPES - Sindicato dos Atletas Profissionais do Espírito Santo Presidente: Geraldo Luzia de Oliveira Júnior (juninho)
Endereço: Ed. Presidente Kennedy - 7

SINAPEGO - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás Presidente: Janivaldo Marçal Chaveiro
Endereço: Rua T 63 esquina com T 36 n&ord

SAFEMG - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado de Minas Gerais Presidente: Juarez Alves Pimenta
Endereço: Avenida Barbacena 473 - sala 603 - Bairro P

SINJOP - Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional do Estado do Pará Presidente: Oberdan Bendelac Menezes
Endereço: Praça Bruno de Menezes, 54
Bairro S

SAFEPB - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado da Paraíba Presidente: Manoel Luiz Melo
Endereço: Rua Semeão Leal 150 - sala 401 - Ed. Pra

  • NOSSOS FILIADOS: