NOTÍCIAS

NOTA OFICIAL


Amigos. A FENAPAF vem externar os seus agradecimentos para todos que enalteceram o grande avanço que ontem formalizamos juntos com a CBF no Tribunal Regional do Trabalho de Campinas.

Queremos agradecer a todos os advogados militantes da Justiça Desportiva que prestaram seus conhecimentos para firmar este acordo. Para homenagear estes advogados e estudiosos fazemos nossa homenagem aos juristas Valed Perry e Domingos Moro, que quando em vida nos orientaram com sua sabedoria. Agradecemos aos Ministros do TST, aos desembargadores do TRT de Campinas, a Juíza da Oitava Vara do Trabalho daquela cidade e a Procuradoria do Trabalho de Campinas que sempre buscaram tornar possível esta proteção ao atleta.

Agradecemos a CBF na pessoa do seu Presidente Marco Polo e sua valorosa equipe, liderados pelos advogados Carlos Eugenio, Dra. Patricia, Dra. Regina, entre tantos outros.

Agradecemos aos Sindicatos  filiados ao Sistema FENAPAF, ao Dr. Eduardo Novaes que estudou e propôs a Ação e ao Dr. Decio Neuhaus - que com sua experiência de 20 anos compondo os Tribunais de Justiça Desportiva alcançou junto com a CBF traduzir no acordo a vontade das partes.

Fazemos questão de ressaltar que caso um atleta atue sem o descanso regulamentado, imporá perda de pontos a sua equipe.

O que é atleta irregular? É aquele atleta que atua em uma partida em que não poderia jogar. O atleta não pode atuar pela equipe por diversas motivos, entre os quais destacamos: a) não ter contrato e nem constar no BID; b) já ter atuado por outra equipe em determinada competição que o impede de jogar (exemplo clássico ocorre na Copa do Brasil); c) quando tiver que cumprir suspensão automática; d) quanto tiver que cumprir pena disciplinar imposta pela Justiça Desportiva. Ou seja, a equipe que utilizar atleta em partidas não observando o intervalo de 66 horas, estará usando o atleta de forma irregular (como se não tivesse cumprido uma suspensão automática por exemplo).

Não adianta querer multar a equipe, pois esta pagaria e não observaria o intervalo. O que foi ajustado ontem é a mais justa punição: pois quem utilizar o atleta sem o intervalo necessário, acima de tudo está atentando contra a saúde do atleta, e a vida é o bem mais precioso a ser tutelado.                            

De mais a mais, revela-se uma atitude que prestigia a abertura do mercado de trabalho e a qualidade dos espetáculos,  consequentemente, o incremento do número de torcedores e patrocinadores.

É mais uma vitória do futebol brasileiro.                  

Obrigado à todos.

Felipe Augusto Leite

Presidente da FENAPAF

voltar

IMPRENSA

FILIADOS

SINDAP/BA - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado da Bahia Presidente: Osni Lopes
Endereço: Rua Arthur de Azevedo Machado, Nº 497, Loja 107, SHOPPING B

SAFECE - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará Presidente: Marco Antônio da Silva Nunes
Endereço: Avenida Dom Luis 500 - sala 9

SIAPES - Sindicato dos Atletas Profissionais do Espírito Santo Presidente: Geraldo Luzia de Oliveira Júnior (juninho)
Endereço: Ed. Presidente Kennedy - 7

SINAPEGO - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás Presidente: Janivaldo Marçal Chaveiro
Endereço: Rua T 63 esquina com T 36 n&ord

SAFEMS - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Mato Grosso do Sul Presidente: Wilson Melo de Oliveira
Endereço: Rua Sete de Setembro 654
Campo Gr

SAFEMG - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado de Minas Gerais Presidente: Juarez Alves Pimenta
Endereço: Avenida Barbacena 473 - sala 603 - Bairro P

SINJOP - Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional do Estado do Pará Presidente: Oberdan Bendelac Menezes
Endereço: Praça Bruno de Menezes, 54
Bairro S

  • NOSSOS FILIADOS: