NOTÍCIAS

Nota oficial: Protesto contra horário da partida entre Flamengo x Olaria

Uma série de erros e equívocos irá levar os atletas das duas equipes a uma exposição física covarde e desumana, tudo em prol dos interesses diversos


A FENAPAF vem externar toda sua insatisfação quanto aos fatos referente ao jogo da próxima sexta feira, envolvendo Flamengo e Olaria.

É público e notório que o Sindicato preocupado com a segurança dos atletas, tentou na Justiça do Trabalho impedir, através de ação judicial, que esse jogo viesse a ser realizado.

Uma série de erros e equívocos irá levar os atletas das duas equipes a uma exposição física covarde e desumana, tudo em prol dos interesses diversos.

A FERJ por adiar o jogo e marcá-lo fora do prazo previsto em lei.

O juiz que negou a liminar deu sua decisão abandonando o disposto nas Normas Orgânicas do Futebol Brasileiro, fundamentado-a no Regulamento Geral das competições emitido pela CBF acatando um intervalo de 44 horas e não às 66 horas previstas.

Os clubes que permitem tais abusos. O Flamengo ainda tem um grande elenco que o permitirá fazer o rodízio de atletas. E o Olaria, como fica? Provavelmente terá que jogar sexta e domingo com os mesmos atletas, já que, diferentemente do Flamengo, não terá condições de fazer o rodízio de atletas.

Os atletas, que mais uma vez, deixam de ter um posicionamento mais efetivo, como, simplesmente, se negar a jogar, para fortalecer de vez a categoria e obter definitivamente o respeito necessário para que as decisões tomadas pelos os responsáveis pelo futebol brasileiro levem sempre em consideração a posição do atleta.

Estamos indignados, pois até quando o atleta será somente uma massa de manobra dos interesses de quem comanda o futebol?

Já tivemos jogos às 15 hs,/16 hs durante o horário de verão.

Tivemos jogadores morrendo dentro de campo.

Joga-se em campos e estádios ruins, sem a segurança adequada para a prática do futebol.

Até quando nossos atletas irão se sujeitar a tais situações?

Até quando nossas autoridades esportivas e judiciais irão arriscar a vida dos nossos atletas?

O Sindicato mais uma vez chama a atenção dos atletas para se posicionarem, senão, seremos sempre objeto de manipulação.

Os artistas de TV e Teatro quando foram ameaçados de perder percentuais da Lei Rouanet foram todos, inclusive os mais famosos e mais importantes, para o Ministério da Cultura em Brasília e, com pressão e posicionamento, reverteram o quadro.

E nós, ficamos como? Os atletas serão somente manchete quando fizerem belos gols?

FENAPAF

voltar

IMPRENSA

FILIADOS

SINDAP/BA - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado da Bahia Presidente: Osni Lopes
Endereço: Rua Arthur de Azevedo Machado, Nº 497, Loja 107,

SAFECE - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará Presidente: Marco Antônio da Silva Nunes
Endereço: Avenida Dom Luis 500 - sala 9

SIAPES - Sindicato dos Atletas Profissionais do Espírito Santo Presidente: Geraldo Luzia de Oliveira Júnior (juninho)
Endereço: Ed. Presidente Kennedy - 7

SINAPEGO - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás Presidente: Janivaldo Marçal Chaveiro
Endereço: Rua T 63 esquina com T 36 n&ord

SAFEMG - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado de Minas Gerais Presidente: Juarez Alves Pimenta
Endereço: Avenida Barbacena 473 - sala 603 - Bairro P

SINJOP - Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional do Estado do Pará Presidente: Oberdan Bendelac Menezes
Endereço: Praça Bruno de Menezes, 54
Bairro S

SAFEPB - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado da Paraíba Presidente: Manoel Luiz Melo
Endereço: Rua Semeão Leal 150 - sala 401 - Ed. Pra

  • NOSSOS FILIADOS: