NOTÍCIAS

FENAPAF busca diálogo para melhoras no futebol brasileiro



A FENAPAF encaminhou à CBF uma proposta de alterações no calendário do futebol brasileiro de 2018. A Federação Nacional dos Atletas Profissionais procura que a entidade máxima do futebol no País dialogue previamente com as entidades representativas dos atletas e dos treinadores.

''Nossa relação com a CBF sempre foi de respeito mútuo, mas é injusto que o calendário do futebol brasileiro não seja discutido com os protagonistas do espetáculo. Ignorar a palavra do atleta não parece ser a melhor estratégia'', avalia o presidente da Fenapaf, Felipe Augusto Leite.
 

O Clube de Capitães da própria FENAPAF vem sendo consultado e tem garantido apoio às demandas propostas a fim melhorar o nível das competições e garantir mais empregos aos atletas, tanto que organizou um protesto em maio e promete novas medidas se necessárias para os próximos meses, sempre contra a precarização da profissão de jogador de futebol. 
 

Uma das reivindicações é a alteração no calendário para permitir uma inter pré-temporada no período da Copa do Mundo. Sobre a pré-temporada propriamente dita, a entidade pediu a obrigatoriedade da mesma, após as férias coletivas de 30 dias.
 

A entidade também pede que se condicione a inscrição de atletas no BID (Boletim Informativo Diário da CBF) à exigência da assinatura da carteira de trabalho e previdência social.
 

Outras demandas se referem à forma de disputa das séries C e D do Brasileiro, com a igualdade na forma de disputa da Série C à divisão principal e à Série B, e modificação no regulamento da Série D para que seja evitada a exclusão de 60% dos clubes já no mês de junho e consequentemente incremento de desemprego entre os jogadores de futebol.
 

''O modelo das divisões de acesso não favorecem a profissionalização do futebol brasileiro. Hoje, início de junho, 80% dos clubes brasileiros estão parados. Isso contribui para o amadorismo do nosso futebol e para a demissão em massa dos nossos atletas, gerando cada vez mais demandas judiciais'', argumenta Felipe.
 

Em tempos de mudança na estrutura do esporte nacional, o presidente Felipe Augusto Leite acredita que soluções poderiam surgir a partir da organização de um grande debate entre governo federal, CBF, Fenapaf, Federação Brasileira dos Treinadores de Futebol, entre outros.

voltar

IMPRENSA

FILIADOS

SINDAP/BA - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado da Bahia Presidente: Osni Lopes
Endereço: Rua Arthur de Azevedo Machado, Nº 497, Loja 107, SHOPPING B

SAFECE - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará Presidente: Marco Antônio da Silva Nunes
Endereço: Avenida Dom Luis 500 - sala 9

SIAPES - Sindicato dos Atletas Profissionais do Espírito Santo Presidente: Geraldo Luzia de Oliveira Júnior (juninho)
Endereço: Ed. Presidente Kennedy - 7

SINAPEGO - Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás Presidente: Janivaldo Marçal Chaveiro
Endereço: Rua T 63 esquina com T 36 n&ord

SAFEMS - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Mato Grosso do Sul Presidente: Wilson Melo de Oliveira
Endereço: Rua Sete de Setembro 654
Campo Gr

SAFEMG - Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado de Minas Gerais Presidente: Juarez Alves Pimenta
Endereço: Avenida Barbacena 473 - sala 603 - Bairro P

SINJOP - Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional do Estado do Pará Presidente: Oberdan Bendelac Menezes
Endereço: Praça Bruno de Menezes, 54
Bairro S

  • NOSSOS FILIADOS: